bansen

Assessoria de imprensa

Follow-us on | Like us on

19/01/2010 

Linde celebra importantes contratos de engenharia e fornecimento de gás na Rússia

 

O Grupo Linde anuncia a conquista de diversos contratos-chave para projetos de engenharia e de suprimento de gás na Rússia. De acordo com os termos das negociações, a Linde está construindo duas plantas de olefinas para dois clientes do setor químico na Sibéria Ocidental. Além disso, a empresa irá construir uma unidade de separação de gases do ar (ASU) para garantir, a longo prazo, o fornecimento on-site de gases industriais a uma empresa siderúrgica na região de Moscou. O valor para estes novos contratos é estimado em 530 milhões de euros.

A Linde-KCA-Dresden GmbH, membro do Grupo Linde, construirá em Tobolsk, Sibéria Ocidental, uma planta de polipropileno com capacidade anual de 500.000 toneladas, para a fabricante de plásticos Tobolsk-Polymer LLC, uma subsidiária integral da empresa russa SIBUR Holding JSC. Essa planta será integrada ao novo complexo da SIBUR para desidrogenar propano e fabricar polipropileno em Tobolsk. A LKCA já iniciou os trabalhos de engenharia. A Linde planeja entregar a maior parte da nova planta em 2010 e 2011 e completá-la em meados de 2012. Avaliada em 450 milhões de euros, esta planta é atualmente considerada um dos mais importantes investimentos no setor petroquímico da Rússia. 

A Linde também projetará e supervisionará a construção de uma planta de separação de gases e etileno em West-Siberia Novy Urengoy para a empresa química Novy Urengoy Gás & Chemical Complex (NGCC), subsidiária integral da empresa russa Gazprom. O projeto está estimado em 47 milhões de euros. O separador de etano terá uma capacidade de produção anual em torno de 420.000 toneladas de etileno. A construção já está em andamento. O etileno é uma matéria-prima fundamental na produção de plásticos, por exemplo. A NGCC está atualmente construindo um complexo químico em Novy Urengoy, onde o etileno gerado na planta da Linde será usado para fazer plástico polietileno.

A Linde também fechou um acordo de longo prazo com a empresa siderúrgica ZAO 'Kaluga Research & Production Electrometallurgical Plant' (KNPEMZ) para suprir a demanda por gases industriais da planta de produção da empresa localizada em Vorsino (80 km a sudoeste de Moscou). A Linde construirá uma unidade on-site de separação de gases do ar com um volume de investimentos de 37 milhões de euros nesse projeto. A nova ASU terá uma capacidade de produção de 9.000 Nm3/h de oxigênio gasoso e capacidade adicional para a produção de gases liquefeitos para abastecer o mercado local, particularmente, na Rússia central. Estima-se que a produção on-site abastecerá a KNPEMZ com oxigênio gasoso, mais nitrogênio e argônio, em meados de 2011, para a sua siderúrica em Vorsino. A KNPEMZ pertence à Novolipetsk Steel (NLMK), um dos maiores fabricantes mundiais de aço.  

"A Gazprom, a SIBRU e a NLMK representam as melhores empresas de energia petroquímica e aço da Federação Russa", afirmou o Dr. Aldo Belloni, membro da Diretoria Executiva da Linde AG. "Sentimo-nos honrados e contentes por sermos parceiros nestes três grandes projetos como fornecedores de serviços de engenharia turn-key e na condição de empresa líder de gases industriais da Rússia".

 

Linde no Brasil

A Linde, com sede na Alemanha, é uma das líderes mundiais do setor de Gases Industriais e Medicinais e Engenharia com aproximadamente 48 mil funcionários e operações em cerca de 100 países do mundo. Em 2009, suas vendas alcançaram 11,2 bilhões de euros. Focada na expansão de seus negócios internacionais com produtos e serviços de vanguarda, a estratégia da Linde é obter resultados baseados no crescimento sustentável. Por esta razão, a empresa está comprometida com tecnologias e produtos que unam as necessidades do cliente com o desenvolvimento sustentável.

No Brasil desde 1915, a Linde (antiga marca AGA) é a segunda maior empresa do setor. A empresa opera no País com duas divisões: Gases Industriais (responsável pelo fornecimento de grande diversidade de gases para a indústria) e Gases Medicinais (fornecedora dos gases medicinais para hospitais e gases e equipamentos para suporte respiratório domiciliar). Além das operações no Brasil, a Linde atua também nos seguintes países da América do Sul: Argentina, Chile, Colômbia, Equador, Peru, Uruguai e Venezuela, além de Aruba e Curaçao.

A Divisão Gases Industriais da Linde no Brasil possui uma estrutura especializada para atender as diferentes demandas dos processos de diversas atividades industriais: Alimentos e Bebidas, Metalurgia, Química, Soldagem e Corte e Gases Especiais. Possui cerca de 10 mil clientes atendidos por 23 unidades comerciais estrategicamente posicionadas nos principais centros consumidores do País, além de vasta rede de distribuidores autorizados.

Suas unidades comerciais estão localizadas nas seguintes cidades: Salvador/BA, Fortaleza/CE, Vitória/ES, Goiânia/GO, Contagem/MG, Juiz de Fora/MG, Timóteo/MG, Uberaba/MG, Cuiabá/MT, Belém/PA, Jaboatão dos Guararapes/PE, Curitiba/PR, Cambé/PR, Rio de Janeiro/RJ, Macaé/RJ, Canoas/RS, Blumenau/SC, Chapecó/SC, São Paulo/SP, Bauru/SP, Jundiaí/SP, São José dos Campos/SP e Sertãozinho/SP.

 

Mais informações para a imprensa:

Bansen & Associados Comunicação

Bia Bansen (bia@bansen.com.br

Clean Barros (clean@bansen.com.br

Tel.: (11) 5539-2344www.bansen.com.br

Notícias relacionadas